RELEC. Revista Latinoamericana de Educación Comparada.
Revista Latinoamericana de Educacin Comparada
Revista Latinoamericana de Educacin Comparada
 

A REFORMA EDUCACIONAL NA AMÉRICA LATINA NOS ANOS 90. UMA PERSPECTIVA HISTÓRICO-SOCIOLÓGICA

Nora Rut Krawczyk / Vera Lúcia Vieira

RESUMEN / RESUMO / ABSTRACT

O presente artigo trata de um estudo comparado, com uma perspectiva histórico-sociológica, sobre os impactos da reforma educacional da década de 1990 na Argentina, Brasil, Chile e México a partir da análise da produção acadêmica produzida nos quatro países.

Foram realizadas pesquisas in loco e analisadas 186 produções distribuídas entre os países da seguinte forma: Argentina (45), Brasil (62), Chile (36) e México (43).

O estudo focaliza três dimensões de análise em cada um dos países, destacando as especificidades nacionais que interferiram na concretização da Reforma na região: a nova organicidade do sistema educacional; a lógica da descentralização e a reconfiguração das relações institucionais na escola e com a comunidade.

Ao se refletir sobre os aspectos das condições de desenvolvimento particular dos países observa-se que esta reforma se processa em sociedades com historicidades distintas que, de alguma forma, intervêm na concretização das mudanças, o que lhe confere especificidades nacionais. Isto não invalida que a reforma educacional tenha produzido rupturas institucionais que fragilizam práticas sociais historicamente constituídas.

Além da relação entre a produção intelectual e a base social de onde emergem e com a qual interagem, encontramos também a vinculação historicamente configurada das tendências nacionais e internacionais consubstanciando impactos distintos da reforma nos países.

This paper is a comparative study with a historical and sociological perspective on the impacts of education reform in the 1990s in Argentina, Brazil, Chile and Mexico from the analysis of academic research produced in these countries.

Surveys were performed and analyzed in loco of 186 productions distributed among countries as follows: Argentina (45), Brazil (62), Chile (36) and Mexico (43).

The study focuses on three dimensions of analysis in each country, emphasizing the national characteristics as affecting the implementation of Reform in the region: the new organic structure of the educational system, the logic of decentralization and the reconfiguration of institutional relations at school and the community.

Upon reflecting on aspects of the development conditions of particular countries it is observed that this reform takes place in societies with historical distinctions, somehow interferes in implementing the changes, which gives national characteristics to it. This does not invalidate that educational reforms have produced institutional breakdowns that undermine social practices historically constituted.

Beyond the relationship between intellectual production and social basis where they emerge and with which they interact, we also find the linking historically set of the national and international trends consolidating different impacts of reform in the countries.

Nora Rut Krawczyk / Profa. Dra. da Faculdade de Educação/UNICAMP (Campinas, SP, Brasil). norak@unicamp.br

Vera Lúcia Vieira / Profa. Dra. do Departamento de História da Faculdade de Ciências Sociais da PUC (São Paulo, SP, Brasil). vevi@terra.com.br

PALABRAS CLAVE

Reforma Educacional, América Latina, Organicidade do Sistema Educacional.



Presentación - Consejo Editorial - Staff - Número actual - Buscadores - Enviar artículo - Contacto

Licencia Creative Commons
Esta obra está bajo una
Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial 4.0 Internacional
.

16/10/2019 - 03:47 hs.

Revista Latinoamericana de Educación Comparada. RELEC. - ISSN 1853-3744
Sociedad Argentina de Estudios Comparados en Educación (SAECE)
Viamonte 525, 3er piso, Pabellón de las Naciones.
(C1053ABK) Ciudad Autónoma de Buenos Aires, Argentina.
relec.saece@gmail.com - www.saece.org.ar/relec